© 2016 Projeto Templos Históricos

Instagram_v2.png

Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé

Visão Geral

Tipo:

Igreja

Orientação:

Católica

Estilo Predominante (exterior):

*** Em levantamento

Primeiro Templo:

1770

Templo Atual:

1910

Mantenedora:

*** Em levantamento

Comemorações:

Nossa Senhora do Carmo (16/julho)

Nossa Senhora da Cabeça (12/agosto)

Horário das Missas

A História

Construída para substituir a ermida que existia no local (dedicada à Nossa Senhora do Ó, que desmoronou), teve sua pedra fundamental lançada em 1761, sendo inaugurada em 1770. Passou por várias reformas, a fim de adaptar-se as novas funções que recebeu no decorrer dos anos. A composição atual é de 1910.

Em 1808, com a chegada da Família Real Portuguesa ao Brasil, foi elevada a condição de Capela Real e, logo depois, acumulou a função de Catedral (até 1976, quando a Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro foi concluída).

Curiosidades
  • A ermida desabou em um dia de festa soterrando os fiéis.

  • O primeiro andar da fachada, com três portais em estilo pombalino lisboeta, é ainda original da igreja de 1770.

  • Erguido ao lado da igreja, em 1619, o Convento do Carmo foi durante muitos anos a maior edificação do Rio de Janeiro. Era unido a igreja por uma torre com portaria.

  • A igreja guarda, em uma urna, parte das cinzas de Pedro Alvares Cabral.

  • Aqui foram realizadas as coroações de D Pedro I (1/12/1822) e D. Pedro II (18/07/1841).

  • Nela se encontra o mais velho sino do Rio de Janeiro. Construído por um artista anônimo francês, em 1623, possui a figura de um cavaheiro em reverência, com um chapeu de plumas a mão. Em torno do seu bojo esta escrito em latim "Aerat tum tibi libatopus voxl".

  • Para evitar a construção de edificações que viessem a prejudicar seu convento e a igreja, os frades carmelitas pediram a Câmara, e conseguiram,  o aforamento das terras que ficavam a sua frente (terreno hoje conhecido como Praça XV).

  • Nela foi realizada a sagração do 1º Cardeal do Brasil e da América Latina, o Cardeal D. Joaquim Arcoverde de Albuquerque Cavalcanti (1905).

Fotos - Antigas
Fotos - Interior
Fotos - Exterior